Como conseguir financiar 90% do meu imóvel?

Enviado em seg, 10/26/2020 - 06:17
Como conseguir financiar 90% do meu imóvel?

Para poder financiar 90% do imóvel, o comprador deve fazer um contrato que use o SAC (Sistema de Amortização Constante) ou o Sacre (Sistema de Amortização Crescente) para amortizar a dívida ao longo dos anos. Nessas duas categorias, as prestações são maiores no início do contrato e vão diminuindo à medida que vão sendo pagas. A longo prazo, a amortização é mais veloz e, consequentemente, paga-se menos juros. A desvantagem é que as prestações são mais caras nos meses iniciais, podendo pesar um pouco mais no orçamento do comprador. 

Se o comprador não puder arcar com essas prestações maiores no começo do contrato, ele pode optar pelo Sistema Francês de Amortização, mais conhecido como Tabela Price, no qual as prestações são praticamente fixas, sendo reajustadas apenas de acordo com a inflação. Como as primeiras parcelas pagam mais juros do que saldo devedor, a amortização é mais lenta e a dívida fica mais cara. Outro ponto negativo é que, neste caso, o limite de financiamento é de 80% do valor do imóvel.   

Qual banco financia 90 do Imóvel?

Para saber quais instituições financeiras oferecem crédito imobiliário de até 90% do valor do imóvel você pode fazer uma simulação no Compara Bem. Na ferramenta, é possível testar diversas opções de valores incluindo a renda mensal, o valor do imóvel e a porcentagem que será financiada.

Como financiar 100% de um imóvel?

Pelas regras vigentes do Banco Central, não é possível financiar o valor total do imóvel. Para comprar uma casa ou apartamento financiados, o consumidor precisa de, pelo menos, uma entrada de 10%, no caso da amortização ser pelo SAC ou Sacre. No caso de outro tipo de amortização, a entrada tem de ser de 20%.

Uma solução para permitir a realização da compra, mas que leva um pouco mais de tempo, é guardar o equivalente a uma prestação todo mês até atingir os 10% do valor do imóvel e aí dar entrada no financiamento.  

Qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel?

O mínimo de entrada que o comprador precisa ter para fazer um financiamento imobiliário é o equivalente a 10% do valor de avaliação do imóvel, quando for usado o SAC (Sistema de Amortização Constante) ou o Sacre (Sistema de Amortização Crescente) para amortizar a dívida, ou 20% nos demais sistemas de amortização.

É importante lembrar que, no geral, os bancos permitem que os compradores apenas comprometam o equivalente a até 30% da renda mensal com o financiamento imobiliário. Por isso, as prestações não podem passar de menos de um terço do salário. 

Também vale lembrar que, quanto menor o valor financiado, mais rápido a dívida será quitada e menos gastos com juros serão pagos.

Você gostou deste conteúdo?

Subscreva a nossa newsletter para receber aconselhamento financeiro todos os meses.