Ele não colabora!

Submitted by Andrés Gutierrez on seg, 04/07/2014 - 20:21
Casal unido, mas separado quando o assunto é dinheiro?

Uma pergunta que sempre recebo no meu programa é “Andrés, estou gostando do que você ensina, coloco em prática, mas como faço para que o meu esposo/minha esposa colabore?”. É engraçado como um gastador se junta com alguém econômico e vice-versa, realmente os opostos se atraem.

Imagine como seria a vida de um casal de gastadores, morariam na rua e não teriam nem para comer. Já a vida de dois econômicos: iriam morar num buraco e só sairiam para colher as frutas e verduras que plantariam para não gastar com compras no supermercado. Isso de dinheiro e casamento é coisa séria. Uma senhora me contou que ela e o marido são inseparáveis quando o assunto é dinheiro, perguntei por que e ela me respondeu que precisam 8 pessoas para separá-los quando discutem por causa de dinheiro.

Podemos imaginar que o mais organizado pede mais ordem e o gastador reclama porque a palavra ordem se parece muito com números e com o fim das “comprinhas”, e isso, pra ele não é nem um pouquinho interessante. Para envolver a outra pessoa é necessário convidar, não obrigar, lembre que à força nem sapato entra.

Convidar é mais que mostrar os gastos ou ensinar como se faz um orçamento, é juntos analisarem as finanças da família e definir se alguma coisa pode ser mudada. Quando fizerem as contas juntos e a outra pessoa perceber que o dinheiro não é suficiente ou que é difícil destinar os gastos de cada coisa, entenderá a importância de controle.

Não se dê por vencido, seja criativo na hora de convidar o seu cônjuge, pode ser que ele só precise de um forcinha.

Siga o Andrés no Twitter @elshowdeandres, no Facebook facebook.com/elshowdeandres e no site www.andresgutierrez.com

Comentários