Finanças para Casais

Submitted by Carlos E. Freitas on qua, 07/30/2014 - 18:22
Um ingrediente que não pode faltar nos relacionamentos é muita conversa sobre as questões financeiras. O casal não deve ter medo de dialogar sobre as questões que envolvam dinheiro. Estas questões começam pela administração do orçamento doméstico.
Casamento e finanças

As pesquisas mostram o aumento nos últimos anos dos casais em que ambos os parceiros trabalham fora. E qual a forma mais indicada para se combinar o que um ganha com que o outro ganha e assim se fazer frente às despesas do lar? Não existe uma resposta fixa para esta questão. Cada casal pode encontrar a sua resposta.

Uma forma que eu indico bastante para os casais que buscam a minha ajuda é a seguinte: o casal deve inicialmente fazer o orçamento das despesas da casa. Depois disso e levando em consideração a receita de cada um, calcular a contribuição individual para as contas de casa. Aquele que ganha mais deve contribuir com mais.

Acertada esta divisão, existem pelo menos dois caminhos a seguir: o casal pode abrir uma conta conjunta de onde serão feitos os pagamentos ou cada um fica responsável por liquidar algumas das contas dentro do limite da sua contribuição. Em caso da adoção de um caixa único, a gestão deste caixa deve ser feita pelo mais organizado.

A falta de pagamento de uma conta no seu vencimento pode ser o estopim de uma boa briga! Também é importante que cada um tenha uma parte da sua renda disponível para gastar com aquilo que traga prazer.

O hábito de conversar sobre finanças pode evitar um problema que aflige um número considerável de casais. No início do relacionamento, muitas vezes tentando impressionar a pessoa amada pode cair na tentação de uma vida em um padrão superior ao permitido pela renda familiar.

Também é muito importante que o casal tenha os mesmos objetivos no seu planejamento financeiro. Os sonhos devem ser comuns. Muitas vezes acompanhamos casais equilibrados financeiramente, que tem uma boa reserva, mas que ao final entram em um grande conflito porque possuem planos diferentes para o uso do dinheiro economizado.

Na maioria das vezes as dificuldades financeiras trazem uma grande monotonia para a vida do casal, por isso tome cuidado, divida as alegrias e as tristezas, não tente resolver nada sozinho e faça do seu relacionamento uma sociedade de sucesso!

Acompanhe Carlos Eduardo no Facebook