Proteja seu Dinheiro

Submitted by Meu Bolso Feli… on ter, 05/20/2014 - 19:45
Cartão de crédito, cheque especial, empréstimos e outros, muitas vezes nos livram de problemas, mas tenha cuidado para não perder o controle das suas finanças. Aprenda a proteger o seu dinheiro de você mesmo.

Você não deixa de gastar mesmo quando já não tem dinheiro, ou compra para que as pessoas te valorizem, ou mesmo justifica seus gastos extras com a frase "eu mereço". Fique atento, pode ser que você esteja boicotando o seu próprio bolso.

Confira a lista de dicas que José Vignoli, educador financeiro do Portal Meu Bolso Feliz, criou para quem não quer mais assaltar a própria renda.

  1. FAÇA UM LEVANTAMENTO DE CONTAS FIXAS
  2. Primeiro tenha uma ideia clara dos seus gastos mensais. Depois, assim que receber seu salário, reserve a quantia relativa a essas despesas básicas independentemente da data em que precisará pagá-las. “Quem não tem esse controle costuma gastar o salário à medida que vai vivendo. Assim, no final do mês, sempre falta dinheiro para quitar as contas fixas”, explica Vignoli.

  3. POUPE PARTE DO SEU SALÁRIO
  4. Quem quer mesmo poupar deve separar uma determinada quantia no mesmo dia em que o pagamento cai na conta. Basta fazer os cálculos das despesas mensais, separar o valor que deseja guardar e utilizar o dinheiro restante para os outros gastos que surgirem ao longo do mês. Existem inclusive aplicações que podem ser programadas através de débito automático em conta. “Quem se organiza com disciplina tem menos chance de se perder nas contas”, avisa o educador financeiro. Poupar, mesmo que seja bem pouco, já é um começo.

  5. ELIMINE O SUPÉRFLUO
  6. Dedique ao menos algumas poucas horas por mês para registrar de maneira detalhada todos os seus gastos extras: cabeleireiro, ginástica, roupas, sapatos, acessórios, restaurantes, cinema. Se fizer isso com regularidade, conseguirá notar quais compras são supérfluas, além de notar que, no total, elas podem ser as responsáveis pelo descontrole do orçamento.

  7. CRÉDITOS = EMERGÊNCIA
  8. Não utilize, por exemplo, o dinheiro do cheque especial como se fosse seu. Todos os créditos externos - como o cheque especial, cartão e o crédito pré-aprovado - oferecidos pelo banco não lhe pertencem e só devem ser usados nos momentos certos. Tradução: nas emergências! Digamos que seu aluguel vença hoje e você só terá grana para pagá-lo em dois dias. Vale à pena utilizar o especial para não arcar com a multa. Mas fiquei de olho nos juros.

  9. DEIXE PARA COMPRAR AMANHÃ
  10. Não consuma por impulso. Quando se sentir tentado por algo que não necessariamente você precise, deixe para pensar na compra no dia seguinte. Neste período, pense mais um pouco sobre se realmente precisa comprar aquilo. Na maioria das vezes, descobrirá que fazer aquela compra não seria importante.

  11. SE QUESTIONE
  12. Responda duas perguntas para si mesmo: 1) Qual a importância que você dá para a sua autoestima e qual o peso da opinião dos outros? 2) Para comprar, você considera a sua necessidade/satisfação ou para mostrar para o outro? Seja sincera na resposta. Você poderá descobrir o que, infelizmente, é algo normal no ser humano: nós gostamos de nos exibir e pagamos caro por isso. Acredite, é melhor estar em paz com sua conta bancária.

  13. CAIA NA REAL
  14. Faça coisas que estão de acordo com o seu momento de vida. Enfim, frequente lugares que você realmente pode frequentar e gaste apenas o que você pode pagar sem precisar de crédito extra ou empréstimos para isso. A sua tranquilidade vale muito.

  15. RESISTA
  16. Sim, ofertas e promoções são tentadoras, mas você precisa ser mais forte do que seu instinto de compra. O fato de algo estar mais barato não significa que realmente precise levá-lo para casa.

  17. PAGUE À VISTA!
  18. Só utilize alguma forma de crédito com a certeza de que terá dinheiro para arcar com a dívida. Caso contrário, antes de efetuar a compra, junte a quantia necessária e pague à vista.

Meu Bolso Feliz | Portal de Educação Financeira
Uma iniciativa SPC Brasil

Web Site
Facebook
Google+
Youtube