Qual a renda mínima e fica a parcela para financiar um imóvel?

Enviado em sex, 12/17/2021 - 23:28
renda mínima e fica a parcela para financiar um imóvel

Quanto fica a parcela de um financiamento de 100 mil?

Calcular o valor da parcela de um financiamento exige uma combinação de fatores que são individuais para cada pessoa: renda mensal, valor de entrada do imóvel, juros, taxa administrativa, prazo em que será pago, idade e perfil de cliente.

Você pode fazer uma simulação em nosso sistema de quanto ficaria a sua parcela do financiamento.

Qual a renda mínima para financiar um imóvel de 125 mil?

A renda mensal mínima necessária para financiar um imóvel de R$ 125 mil depende de vários fatores, como histórico de pagamento, idade do cliente e prazo do contrato.

Uma regra importante que precisa ser levada em conta é que a prestação deve ser de, no máximo, 30% do valor da renda mensal familiar.  

Quanto fica a parcela de um financiamento de 150 mil?

O valor da parcela de um financiamento de R$ 150 mil varia muito de uma pessoa para outra. As instituições financeiras calculam o valor a ser amortizado, juros, seguro, prazo de pagamento, taxa administrativa, a idade e o perfil de cliente. Se ele for mais velho, o seguro será mais caro e assim vai aumentar o valor da prestação do imóvel.

Qual a entrada de uma casa de 180 mil?

R$ 36 mil, que correspondem a 20% do valor do imóvel, montante que o banco exige como entrada para liberar o financiamento imobiliário.

Qual a renda para financiar 260 mil?

Se você deseja um imóvel de R$ 260 mil e o banco exige 20% de entrada para aprovar o financiamento, será preciso que você tenha uma renda mínima de pelo menos R$ 52 mil para dar no ato da contratação do empréstimo.

Quanto ao valor das prestações, isso vai variar conforme o cálculo baseado nos seus rendimentos mensais, taxas administrativas, seguro, sua idade e perfil de cliente.

Mas antes de ir ao banco, faça uma estimativa em nosso sistema para ter uma ideia de parcelas de financiamento de imóvel.

Você gostou deste conteúdo?

Subscreva a nossa newsletter para receber aconselhamento financeiro todos os meses.