Caixa - Minha Casa Minha Vida

Banco Caixa Economica Federal
Ultima atualização: 2021-04-15
Instituição:
Produto:
Minha Casa Minha Vida
Tipo de Imóvel:
Novo
Sistema de Parcelas:
SAC
Renda Mínima:
$ 465
Financie Até:
90%
Se a sua família ganha até R$ 5.000,00 por mês, fica ainda mais fácil porque você tem descontos e vantagens: redução no valor dos seguros habitacionais, prestação de acordo com o que ganha por mês e muito mais. Casa própria para quem precisa e desenvolvimento para o Brasil. Onde tem habitação, tem CAIXA. A Carta de Crédito FGTS Individual é uma linha de financiamento que utiliza recursos do FGTS para ajudar você a comprar um imóvel residencial usado. Com ela, você financia até 100% do seu imóvel com juros acessíveis, tem até 30 anos para pagar, e não é necessário ter depósitos em sua conta vinculada do FGTS para contratar.
Custos Iniciais:
R$ 0
Seguro de Morte e Invalidez (MIP):
337,000% MV
Seguro de Danos físicos no imóvel (DFI):
92,000% MV

Taxas de Juros

Renda Valor Prazo Taxa de Juros
R$0 a R$5.000 R$0 a más 1 anos a 30 anos 7,39%
R$465 a R$455 R$0 a más 1 anos a 25 anos 5,12%
R$2.326 a R$3.275 R$0 a más 1 anos a 30 anos 6,17%
R$3.101 a R$5.400 R$0 a más 1 anos a 30 anos 8,47%
Taxa Moratoria: 0,00% anual

O que é Minha Casa Minha Vida Caixa?

Minha Casa Minha Vida é um programa do governo federal criado para ajudar os brasileiros de baixa renda a ter acesso à casa própria. A Caixa, ao lado do Banco do Brasil, é um dos financiadores do programa.

O programa federal atende brasileiros que têm renda de até R$ 9.000 por mês para imóveis urbanos e R$ 78 mil anuais para rurais, dá subsídios de até 90% do valor do imóvel e oferece financiamento a juros reduzidos de no máximo 9,19% ao ano.   

Requerimentos para Minha Casa Minha Vida

O principal requisito para fazer parte do programa Minha Casa Minha Vida é ter renda familiar de R$ 9 mil por mês. Além desse requerimento, o comprador do imóvel não pode ter imóvel residencial próprio ou financiado, nem ter sido contemplado por outro programa habitacional do governo. Também é necessário estar com as dívidas com o governo federal em dia e não estar cadastrado no Sistema Integrado de Administração de Carteiras Imobiliárias (SIACI) e/ou no Cadastro Nacional de Mutuários (CADMUT). 

Como acontece na maioria dos financiamentos imobiliários, o valor das parcelas não podem ultrapassar 30% da renda familiar. 

Como contratar Minha Casa Minha Vida?

Para quem tem renda de até R$ 1.800, ou seja, está na Faixa 1 do programa, é preciso fazer a inscrição na prefeitura da cidade onde mora. É feita uma seleção para poder integrar o programa e depois um sorteio. 

Já quem tem renda familiar de R$ 1.800 a R$ 9.000 mensais deve entrar em contato diretamente com o banco responsável pelo financiamento. Na Caixa, o pedido pode ser feito nas agências do banco ou no Correspondente Caixa Aqui. A documentação do imóvel e do comprador é analisada e então são definidas as condições do financiamento.   

Que taxa de juros Minha Casa Minha Vida?

A taxa de juros do Minha Casa Minha Vida varia de acordo com a renda da família compradora. Para quem está na Faixa 1 (até R$ 1.800), o financiamento é sem juros; na Faixa 1,5 (até R$ 2.600), os juros são de 5% ao ano; na Faixa 2 (até R$ 4 mil), até 7% ao ano; e na Faixa 3 (até R$ 9 mil), até 9,16% ao ano.   

Vantagens o Minha Minha Vida

As vantagens do programa federal Minha Casa Minha Vida são os juros baixos e os subsídios, que variam de acordo com a faixa de renda familiar dos compradores. 

Para quem está na faixa 1, o subsídio é de até 90% do valor do imóvel e os 10% restantes são financiados, sem juros, em até 120 parcelas de R$ 270. Na faixa 1,5, o subsídio chega a R$ 47.500 e os juros, 5% ao ano. Na faixa 2, são subsidiados até R$ 29 mil e os juros são no máximo de 7% ao ano. Na faixa 3, não há subsídio e os juros são de até 9,16% ao ano.

Produtos Recomendados:
CrediHome

Financiamiento Imobiliário

de 5.39% a.a.

Valor: R$0 a mais
Prazo: 1 anos a 30 anos

As condições se aplicam de acordo com as especificações de cada produto