Cartão de crédito: nem sempre um vilão

Submitted by Danylo Martins on qui, 05/29/2014 - 13:17
Muita gente tem medo de solicitar um cartão de crédito porque imagina que isso representa dívidas, veja nesse post que o cartão pode na verdade ser seu parceiro.

Estranhou o título acima? Pois saiba que o cartão de crédito pode ser considerado vantajoso.

Compre hoje, pague depois

Antes de tudo, vale lembrar: estamos falando de um meio de pagamento eficaz. Serve como um instrumento para aquisição de produtos e serviços quando o dinheiro está curto no mês. A possibilidade de pagar depois, com uma data de vencimento já estabelecida, é algo que deve ser aproveitado. Trata-se de uma conta que faz parte do orçamento, e nunca pode ser deixada de lado, o que leva ao perigoso crédito rotativo, quando a dívida rola a perder de vista.

Aproveite os benefícios

Além de ser uma ferramenta útil, quando usado (de forma consciente, diga-se de passagem) o cartão de crédito oferece benefícios aos clientes. Conforme com a bandeira e o tipo do plástico, é possível participar de promoções e também se cadastrar nos chamados programas de fidelidade que as empresas garantem. Ou seja, quanto mais fiel você for ao cartão, obviamente usando-o sem criar dívidas, mais vantagens são oferecidas. É o caso da tradicional pontuação, cujo acúmulo se transforma em milhas aéreas. Conheço inúmeras pessoas que viajaram tanto para o Brasil quanto para o exterior usando seus pontos.

Recentemente, benefícios exclusivos foram colocados à disposição dos clientes, por exemplo, salas VIPs em aeroportos internacionais, como no de Guarulhos, em São Paulo. Os "mimos" fidelizam ainda mais os consumidores e variam conforme o tipo do cartão, do mais simples ao mais sofisticado. Além das empresas, quem ganha com tantos serviços diferenciados é o usuário.

Lembrando que, para transformar o tradicional "vilão" em "mocinho" nessa história, é preciso usar o cartão de crédito como meio de pagamento, função que o plástico desempenha muito bem.

Danylo Martins | Jornalista de Finanças Pessoais
Twitter
Blog

Comentários