O que fazer para resolver problemas financeiros?

Enviado em sex, 12/11/2020 - 19:58
O que fazer para resolver problemas financeiros?

O primeiro passo para resolver problemas financeiros é ter a coragem de encarar o desafio de frente. Dívidas viram bolas de neve e quanto mais demorar para você ter consciência sobre sua a sua real situação, mais tempo vai levar para conseguir solucioná-la. 

Não é fácil, mas é simples. Organize uma planilha com todos os seus gastos do dia a dia, incluindo contas de serviços essenciais, financiamentos, custos de alimentação, gastos com transporte, comprinhas por impulso… não se esqueça de nada. Se tiver dívidas vencidas, faça um levantamento de tudo o que você deixou de pagar e atualize todos os valores.

Depois de conhecer o tamanho da dívida, compare-a com sua receita. Para ter as contas equilibradas, é preciso que os gastos nunca ultrapassem a receita. O mais indicado é que, entre os gastos, esteja um “boleto” para seu eu do futuro, um reserva para ser usada quando algo extraordinário acontecer.  

Qual a principal causa do descontrole financeiro?

A principal causa do descontrole financeiro é gastar mais do que se ganha. Isso acontece porque, muitas vezes, as pessoas não têm conhecimento sobre seu real orçamento ou a respeito do quanto gastam. 

Quem está descontrolado financeiramente, com frequência, compra por impulso ou subestima os pequenos gastos, só se dando conta do prejuízo quando chega a fatura do cartão de crédito ou o salário não dura até o fim do mês. Outra causa bastante comum é não priorizar as dívidas maiores e mais importantes. A pessoa gasta o dinheiro antes de pagar as principais contas do mês e, quando a fatura vence, o dinheiro foi usado em outro lugar menos importante. 

Agora ficou fácil deduzir o que causa a falta de dinheiro? A resposta é simples: gastar mais do que recebe. Para que o dinheiro nunca falte é preciso adequar seu custo de vida aos seus ganhos. Seu padrão de vida tem de acompanhar sua receita.  

O que é desequilíbrio financeiro?

Desequilíbrio financeiro é quando o orçamento disponível não é suficiente para honrar os gastos. A falta de equilíbrio começa com o esgotamento das reservas financeiras e evolui para o endividamento. 

Quem está com as finanças desequilibradas tem mais dívidas do que receita e, muitas vezes, não sabe nem por onde começar para solucionar o problema.  

Quais os sintomas, as causas e as consequências que o desequilíbrio financeiro poderá provocar?

Os principais sintomas do desequilíbrio financeiro são as contas se acumulando e o endividamento. O principal motivo que leva as pessoas ao desequilíbrio financeiro é ter ganhos menores do que os gastos, acompanhado pelo desconhecimento sobre as próprias finanças, os gastos descontrolados e, algumas vezes, acontecimentos inesperados, como o desemprego ou uma conta urgente. 

Como consequência, além do endividamento, o desequilíbrio financeiro pode afetar negativamente os relacionamentos, a saúde mental e o bem-estar da pessoa. Para solucionar o problema não adianta apenas aumentar a receita, sem antes fazer uma boa análise de onde ela está sendo colocada. Ganhar mais só vai solucionar o problema se os gastos se mantiverem no patamar anterior. 

O que é a saúde financeira?

Diferentemente do que muitos acreditam, ter saúde financeira não é poder gastar sem medir as consequências, mas, sim, ter controle do próprio orçamento para conseguir atingir metas de curto, médio e longo prazo. 

Para ter saúde financeira não é necessário, obrigatoriamente, ter bons rendimentos. O que é essencial é conseguir viver de acordo com o padrão de vida possível com seus ganhos.

Você gostou deste conteúdo?

Subscreva a nossa newsletter para receber aconselhamento financeiro todos os meses.