Como fazer a declaração de Imposto de Renda de pessoa física?

Enviado em seg, 02/14/2022 - 02:25
Como fazer a declaração de Imposto de Renda de pessoa física?

Siga o passo a passo:

  1. Reúna toda documentação necessária (CPF, comprovantes, notas fiscais, etc);
  2. Baixe o programa ou aplicativo da Receita Federal;
  3. Escolha o tipo de declaração que fará;
  4. Inclua os bens, direitos, dívidas e ônus;
  5. Finalize e envie a declaração.

Quem deve declarar Imposto de Renda?

O cidadão que recebeu rendimentos tributáveis em 2021 em valores superiores a R$ 28.559,70 ou ganhou mais de R$ 40 mil em rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte.

Qual o valor do mínimo para declarar Imposto de Renda?

Segundo a Receita Federal, o valor para declarar Imposto de Renda 2021 é a partir de R$28.559,70 anuais. Ou seja, quem recebeu mais do que esse montante no ano passado deve realizar a declaração.

Onde posso fazer a declaração do Imposto de Renda?

Com tudo em mãos, o primeiro passo é baixar o Programa Gerador da Declaração (PGD IRPF 2021) no site da Receita Federal. O contribuinte que quiser fazer a declaração por meio de smartphones ou tablets também pode baixar o aplicativo “Meu Imposto de Renda” no Google Play (para Android) ou na AppStore (iOS).

Como declarar Imposto de Renda Pessoa Física?

A declaração é feita por meio do Programa IRPF, que deve ser baixado do site da Receita Federal. Como você viu, ao preencher é preciso escolher entre as modalidades de declaração de IR simplificada ou completa.

Quem não precisa declarar Imposto de Renda?

Resumidamente, quem teve rendimentos tributáveis abaixo de R$ 28.559,70 durante todo o ano e alguns casos específicos, como quem teve receita bruta de atividade rural abaixo de R$ 142.798,50 e posse ou propriedade de bens ou direitos com valor total abaixo de R$ 300 mil, está isento de declarar o Imposto de Renda

É preciso fazer declaração de isento?

A declaração de isenção do Imposto de Renda não é obrigatória, mas pode ser feita se a pessoa desejar, pois impede que os dados do contribuinte caiam na malha fina.

Você gostou deste conteúdo?

Subscreva a nossa newsletter para receber aconselhamento financeiro todos os meses.