Mercado financeiro atual e as oportunidades para investir em imóveis

Submitted by Carlos E. Freitas on sex, 12/05/2014 - 15:59
Pronto para investir em imóveis? Entenda melhor o mercado e saiba o que é preciso fazer para começar um novo empreendimento. Nosso especialista em finanças, Carlos Eduardo Freitas, explica um pouco mais sobre o assunto.

O sonho da casa própria está muito presente nas famílias brasileiras. Com alguns programas governamentais, como o Minha Casa Minha Vida, e com a melhoria da renda de grande parte da população brasileira, foi estendido para classes sociais que se achavam distante desse sonho. Mas além de representar a segurança para muitos, os imóveis podem se tornar uma alternativa de investimento. Muitos brasileiros desconfiados com instabilidade do mercado financeiro em décadas passadas buscavam confiança na solidez do investimento imobiliário. Mas o mercado financeiro se transformou nos últimos anos e hoje é um dos mais seguros do planeta. E os imóveis continuam tão atraentes?

Valorização de imóveis

Aqueles que aplicam em imóveis pretendem aumentar seu investimento de duas maneiras: pela valorização do mesmo e pela renda obtida com o seu aluguel. A valorização de um imóvel acontece toda vez que existem compradores dispostos a pagar por aquele imóvel um valor superior ao que foi pago em sua compra. Se foram pagos R$ 100.000,00 por um imóvel e hoje ele já vale R$ 140.000,00, houve uma valorização, nesse caso de 40%. Todas as cidades brasileiras experimentaram nos últimos cinco anos uma valorização impressionante dos imóveis. Muitas pessoas querendo comprar o seu imóvel e pouca oferta de imóveis por parte das construtoras fez com que os preços se valorizassem muito.

Valorizações de 100% foram comuns. Principalmente em bairros com pouca oferta de lotes vagos para construção de novos empreendimentos. E esse processo vai continuar? Os especialistas estão divididos: alguns acham que ainda existe espaço para uma valorização ainda maior, mas outros acham que em algumas regiões ou cidades a valorização já chegou ao limite máximo. Fazendo uma análise dos argumentos apresentados por cada lado, ao menos uma conclusão pode ser tirada: o ritmo de valorização não será mais tão acelerado e não deverá ocorrer com todos os imóveis. Na maioria das capitais brasileiras está se vendendo menos imóveis em 2014 do que em 2013. Mas ainda existirão boas oportunidades!

Investindo em imóveis

Um investidor em imóveis também pode ter seu investimento valorizado quando aplica em prédios em construção. Um imóvel ao acabar de ser construído tem uma valorização imediata, pois acaba o risco de não se terminar a sua construção. Esse é o risco que o investidor assume ao fazer a chamada compra de um imóvel na planta. Nesse caso, é muito importante buscar informações sobre a solidez da empresa que está construindo o empreendimento. Junto ao PROCON, podem-se buscar informações sobre reclamações de outros clientes. Muitos ainda têm na cabeça o exemplo da Encol, que era umas maiores construtoras brasileiras, e ao falir deixou milhares de investidores sem o seu imóvel, muitos deles, que inclusive já tinham pago todo o valor.

O aluguel recebido pelo imóvel também significa uma remuneração do investimento. Para os especialistas, imóvel bom é aquele que gera um aluguel mensal de 0,5% a 1% do seu valor. Se ele vale R$ 400.000,00, deve proporcionar um aluguel de R$ 2.000,00 a R$ 4.000,00. Imóveis comerciais normalmente geram um aluguel proporcional melhor. Antes de investir, pesquise quanto o mercado está pagando pelo aluguel de um imóvel semelhante. E cuidado, pois imóvel que não consegue ser alugado se transforma em uma fonte de despesas: IPTU, condomínio e conservação.

Acompanhe Carlos Eduardo no Facebook