Porque meu salário não aumenta?

Enviado em seg, 11/01/2021 - 00:00
Porque meu salário não aumenta?

O reajuste dos salários é feito a partir das Convenções Coletivas de cada categoria e o dissídio salarial é determinado por meio de um acordo entre sindicatos e empresas. Quando há uma alta taxa de desemprego, como atualmente no Brasil, essa negociação se torna mais complexa. 

Segundo levantamento "De olho nas negociações", realizado em outubro de 2021 pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos), 49% dos reajustes do ano, acumulados até setembro, ficaram abaixo do INPC (Índice Nacional de Preço ao Consumidor), que mostra a tendência da inflação, e 33,5% se igualaram ao índice. 

Durante a pandemia do coronavírus, até os funcionários públicos foram atingidos, já que os salários dos servidores federais, estaduais e municipais foram congelados até 31 de dezembro de 2021. 

É feio pedir aumento?

Pedir aumento é um direito do trabalhador, mas é preciso ter bons argumentos para fazê-lo. Os especialistas indicam não usar motivos pessoais para fazer a solicitação, como “mudei de casa” ou “tenho 2 filhos”. 

O mais indicado é fazer uma lista dos motivos profissionais que indicam que é hora de você ganhar mais: dedicação, resultados satisfatórios, tarefas além das solicitadas, prazo cumprido, confiança e bom relacionamento com clientes, por exemplo. 

O que fazer para ganhar um aumento de salário?

Para ganhar um aumento você deve negociar com seu superior direto. Uma boa tática é mostrar todas as suas qualidades e provar que você é muito relevante para a empresa. Tente argumentar com dados concretos, mostrando os resultados alcançados e a sua habilidade de trazer vantagens para a companhia.  

Quando a empresa deve aumentar o salário?

A empresa deve aumentar o salário de todos os funcionários assim que ficar definido o percentual de reajuste pelo acordo entre empregadores e empregados, na Convenção Coletiva. 

É importante saber que cada categoria tem uma data-base diferente e que a negociação entre as partes pode levar meses. Nesse caso, a empresa precisa pagar o aumento retroativo à data-base da categoria. 

Quando meu salário aumenta?

O salário pode ter reajuste a partir do dissídio coletivo ou da negociação individual do trabalhador com a empresa. Em caso de acordo coletivo, é preciso estar atento à data-base da categoria, já que isso muda de acordo com a classe dos trabalhadores. 

Quanto tempo para aumento salarial?

O tempo que leva para ter um aumento de salário varia bastante. No geral, as convenções coletivas são anuais e os reajustes acontecem uma vez por ano, mas em alguns casos, quando a negociação se torna mais demorada, isso pode levar mais tempo. 

Agora se sua meta é um aumento individual, isso depende das políticas da empresa. Algumas oferecem planos de carreira para seus colaboradores, outras mantêm os funcionários na mesma função por décadas, sem perspectivas de mudanças.

Você gostou deste conteúdo?

Subscreva a nossa newsletter para receber aconselhamento financeiro todos os meses.