Blog de Dicas

Aqui você pode obter ajuda para cumprir suas obrigações financeiras diárias e também para salvar ou ficar preparado para o que virá no futuro.

É bastante comum as pessoas ficarem em dúvida se é melhor alugar ou comprar um imóvel financiado. A verdade é que, assim como quase todas as decisões que envolvem grandes valores, depende de vários fatores.

O cartão de crédito é visto como o vilão das finanças por muita gente, mas a verdade é que essa forma de pagamento tem vantagens e desvantagens. Se você souber aproveitar o melhor do cartão de crédito, ele pode ser um grande aliado para organizar suas contas. 

Para escolher entre consórcio e financiamento é preciso definir qual a sua urgência em adquirir o bem em questão. No consórcio, um grupo de pessoas se junta para autofinanciar a compra de um imóvel, um carro ou algum outro produto ou serviço.

Para conseguir alcançar a independência financeira é necessário juntar capital e aplicá-lo de maneira que renda o necessário para pagar todas as suas contas apenas com esses valores gerados de um mês para o outro.

A primeira regra básica para uma boa administração do dinheiro de uma pequena empresa é nunca misturar as contas pessoais com as contas da empresa. Quando a empresa é formada por uma única pessoa, pode ser bastante desafiador separar pessoa física de pessoa jurídica, mas é essencial.

Para não gastar mais do que ganha é preciso organização. Pode não ser fácil, mas é simples. Você precisa controlar seus gastos para que eles não ultrapassem seus ganhos. 

O Tesouro Direto é considerado por muitos especialistas o investimento mais seguro que existe. Ao investir em Tesouro Direto você está adquirindo títulos públicos, ou seja, emprestando seu dinheiro para o Governo Federal.

Para calcular o salário por dias trabalhados é só dividir o valor do salário mensal pelo número de dias do mês em questão e multiplicar esse valor pelos dias que foram trabalhados. O resultado é o salário proporcional. 

Para cuidar das finanças pessoais é preciso ter disciplina. A primeira dica para quem quer ter as contas em dia é fazer uma planilha com todos os gastos e ganhos e atualizá-la, ao menos, uma vez por semana. Com todos os débitos e receitas reunidos no mesmo espaço fica mais fácil visualizar para onde está indo o dinheiro e cortar supérfluos.  

Para um casal guardar dinheiro, o primeiro ingrediente básico é manter o diálogo. Antes de começar a poupar, é importante definir qual será o uso do dinheiro guardado, como cada um vai contribuir e onde a quantia será aplicada. As finanças podem gerar muitas desavenças entre um casal, por isso é bastante importante ser transparente.