O que é investimento de curto, médio e longo prazo?

Enviado em qua, 10/06/2021 - 12:00
O que é investimento de curto, médio e longo prazo?

Os investimentos de curto prazo são aqueles com alta liquidez, o que significa que podem ser resgatados em até 2 anos. É onde o investidor deve deixar a sua reserva de emergência para poder ter acesso ao valor no caso de desemprego ou urgência na família, por exemplo. 

Os investimentos de médio prazo são os que não podem ser resgatados imediatamente e são pensados para gerar rendimentos em de 2 a 10 anos. Podem ser usados, por exemplo, para programar a compra de um carro ou de uma viagem. 

Já os rendimentos a longo prazo são aqueles que ficam rendendo por, pelo menos, 10 anos. São feitos pensando no futuro distante, a aposentadoria ou a faculdade do filho recém-nascido, por exemplo. 

Qual melhor investimento curto ou longo prazo?

Sabe aquela história de não colocar todos os ovos na mesma cesta? Vale perfeitamente para investimentos. O melhor jeito de guardar o dinheiro é ter uma carteira bastante diversificada e também ter investimentos pensando no curto, médio e longo prazo. Assim, se algum problema acontecer em um deles, você não perde todo o seu dinheiro.  

Qual o tipo de investimento mais recomendado para curto, médio e longo prazo?

O tipo de investimento recomendado para o curto, médio e longo prazo varia de acordo com o perfil do investidor e com a realidade econômica em que ele se encontra. Em linhas gerais, os investimentos de curto prazo devem ser os com alta liquidez, o que geralmente significa uma rentabilidade menor, a não ser que se opte por alto risco. A recomendação é não deixar essa sua reserva em investimentos de alto risco, já que a ideia é poder resgatá-la a qualquer momento e pode não haver tempo hábil para recuperá-la.

Boas opções podem ser o Tesouro Direto, letras de crédito (LCIs e LCAs) e CDBs

A médio prazo, sem a necessidade da liquidez imediata, é possível ter opções com um pouco mais de rentabilidade. A dica aqui é variar bastante para reduzir o risco. Além das LCIs, LCAs e do Tesouro Direto, você também pode investir em fundos multimercados, que reúnem vários investimentos em um só. 

Para quem está pensando no futuro, pode-se arriscar um pouco mais, já que não há pressa para usar o dinheiro e, qualquer variação do mercado, pode ser compensada ao longo dos anos. Investimentos de longo prazo podem incluir fundos imobiliários e ações, além do Tesouro Direto. 

Qual o melhor investimento a médio e longo prazo?

Se o dinheiro pode ficar rendendo por um longo período, o mais indicado é escolher opções de melhor rentabilidade e, dependendo de seu perfil, até mais riscos. As ações, os fundos imobiliários, as debêntures e até os fundos de previdência (também conhecidos como previdências privadas) podem ser boas opções. Mas lembre-se: a melhor opção é sempre diversificar. 

Qual o melhor tipo de investimento a curto prazo?

O melhor investimento a curto prazo é aquele que tem boa liquidez, ou seja, que pode ser resgatado quando você precisar. Embora sejam considerados de curto prazo investimentos com até 2 anos, para a sua reserva de emergência é sempre bom ter dinheiro investido em ativos com possibilidade de resgate imediato.  

Qual melhor investimento em 2 anos?

O melhor investimento sempre vai depender do perfil do investidor. O prazo de 2 anos ainda é considerado um investimento de curto prazo, por isso o mais indicado é não se arriscar tanto. Debêntures, LCIs, LCAs, CDBs e Tesouro Direto podem ser bons investimentos, mas nunca coloque tudo no mesmo lugar. Divida seu dinheiro em “cestas” diferentes. 

Qual o melhor investimento para longo prazo?

A longo prazo, é possível arriscar mais. Colocar parte do dinheiro em ações ou fundos de ações pode trazer um bom rendimento. O Tesouro Direto também é sempre bem lembrado pelos especialistas. 

Em que cenário se ganha mais dinheiro no longo prazo?

O cenário em que se ganha mais dinheiro a longo prazo é aquele em que você diversifica bem sua carteira de investimentos. Como é impossível prever o futuro, o mais indicado é ter um pouquinho em cada tipo de investimento e se manter informado para aproveitar as boas oportunidades. 

Você gostou deste conteúdo?

Subscreva a nossa newsletter para receber aconselhamento financeiro todos os meses.