Como financiar uma casa?

Enviado em dom, 01/31/2021 - 21:15
financiamento imóvel

Para financiar uma casa é preciso fazer um contrato com uma instituição financeira, que vai pagar o imóvel e, em troca, cobrar do comprador o valor emprestado dividido em parcelas e acrescido de juros e demais encargos. 

No geral, os bancos permitem que o comprador comprometa no máximo 30% da renda familiar mensal com as prestações e é possível fazer o financiamento de, no máximo, 90% do valor do imóvel.

O sistema de financiamento mais usado para comprar imóveis no Brasil é o SFH (Sistema Financeiro de Habitação), regulamentado pelo governo federal. Para usar esse sistema é preciso dar uma entrada de, no mínimo, 20% do imóvel e a casa ou o apartamento não pode custar mais de R$ 1,5 milhão. Nesse sistema, os juros não passam de 12% ao ano + TR e é possível usar recursos do FGTS (Fundo de Garantia de Tempo de Serviço) para amortizar a dívida. 

Qual é o melhor banco para financiamento imobiliário?

O melhor banco para fazer um financiamento imobiliário é o que oferece as melhores taxas de juros e prestações que cabem em seu orçamento. É importante fazer a comparação do CET (Custo Efetivo Total), que considera não apenas os juros, mas todos os encargos envolvidos no financiamento.  

Você ainda deve estar se perguntando: mas como vou descobrir qual é o melhor banco para financiar um imóvel? Para fazer uma comparação entre as instituições financeiras, você pode usar o Compara Bem, que leva em consideração o valor do imóvel, o prazo de pagamento, a entrada e o tipo de amortização: SAC (Sistema de Amortização Constante) ou Tabela Price. 

Qual o valor mínimo de entrada para financiar um imóvel?

Independentemente do sistema usado para amortizar a dívida, é preciso dar uma entrada de, pelo menos, 10% do valor da casa. No caso de o financiamento ser pelo SFH (Sistema Financeiro de Habitação) a entrada é de, no mínimo, 20% do valor avaliado do imóvel. 

De qualquer maneira, quanto maior a entrada, menos juros serão pagos sobre o valor total da compra, por isso o mais indicado é dar a maior entrada possível.  

Como funciona o financiamento da Caixa?

O financiamento da Caixa é bastante parecido com o oferecido pelos outros bancos. A instituição financeira faz uma análise do perfil do comprador e verifica o imóvel antes de liberar o dinheiro para a compra. 

A Caixa oferece financiamento para imóvel novo ou usado em até 420 prestações (35 anos) de, no máximo, 30% da renda familiar, com possibilidade de usar o FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) para quitar parte do imóvel.

Como financiar uma casa pela Caixa?

O primeiro passo para financiar uma casa pela Caixa é fazer uma simulação no site do banco para descobrir o valor das prestações e o prazo disponíveis para seu perfil. Após uma análise de crédito, é feita a avaliação do imóvel e, se tudo estiver dentro do combinado, o crédito é liberado. 

Quem não pode financiar pela Caixa?

A Caixa tem basicamente as mesmas regras que os demais bancos sobre quem pode ou não financiar seu imóvel lá. Os principais fatores que podem impedir que você tenha seu empréstimo liberado em qualquer instituição financeira são o nome negativado junto aos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa e SCPC, problemas com a Receita Federal, renda insuficiente ou inconsistências na documentação do imóvel. 

Qual a renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa?

A renda mínima para financiar um imóvel pela Caixa vai depender do valor do imóvel a ser adquirido e do montante dado como entrada na compra. As instituições financeiras costumam limitar as prestações a 30% da renda mensal familiar. 

A Caixa é o agente financeiro do programa Casa Verde e Amarela, uma reformulação do Minha Casa Minha Vida. Por esse programa do governo federal, as famílias com renda até R$ 2.000 podem adquirir imóveis em área urbana, com prazo de 30 anos para pagar, com 4,75% de juros por ano e subsídios de até R$ 47.500.

Você gostou deste conteúdo?

Subscreva a nossa newsletter para receber aconselhamento financeiro todos os meses.